Pular para o conteúdo principal

As 7 principais linguagens de programação usadas em desenvolvimento mobile


A multiplicidade de linguagens para a criação de softwares e aplicativos é gigantesca. Inserido nesse universo recheado de idiomas, digno de séries e filmes cultuados como “Star Trek” e “Star Wars”, o programador deve escolher precisamente a opção mais adequada ao objetivo final.
Não somos tão sábios quanto Mestre Yoda e Spock, mas vamos te dar uma força e explicar quais as linguagens de programação mais usadas em desenvolvimento mobile. Siga-nos nessa jornada!

Java

Adquirida pela Oracle, é a linguagem mais utilizada por programadores ao redor do mundo. Orientado a objetos, o Java é compilado e flexível, podendo ser executada tanto numa janela de navegador quanto em aparelhos sem browser.
Outra grande vantagem da linguagem Java é a capacidade multiplataforma, cujo código é executado com especial sucesso em sistemas Android e Windows. Ainda assim, quando fala-se em desenvolvimento mobile no Brasil, com a salada mista de SO nos smartphones e tablets, dependendo dos seus objetivos, uma plataforma integrada é mais do que bem-vinda: é quase indispensável.
Além disso, de forma complementar ao JAVA, tecnologias como o TotalCross vem ganhando espaço por  facilitar o desenvolvimento mobile e portar o app para iOS, Android e Windows, com um único código fonte.

C

Desenvolvida nos anos 1970, pode-se dizer que a linguagem C é como o latim para a maioria dos idiomas ocidentais: uma língua-mãe. Dela se originaram Java, C# e praticamente todas as outras. Contudo, assim como o latim, é complexa e exige de você muitas linhas para cumprir tarefas que outras linguagens fazem em apenas uma.
Também é compilado, e ideal para sistemas com muitos cálculos ou para jogos com gráficos espetaculares. Se você tiver tempo e criatividade, pode ser uma escolha interessante.

C++

Derivada diretamente da linguagem C, essa linguagem é uma das mais populares e utilizadas pelo comércio devido ao fácil manuseio e pluralidade de plataformas. Você pode criar aplicativos simples para uma infinidade de funções. Mas não é só isso. Para se ter uma ideia, a C++ foi usada como base para o desenvolvimento de softwares grandiosos como Photoshop, Illustrator, Firefox e Microsoft Office.

Python

Esse sim parece nome de alguma civilização dos planetas inventados por George Lucas e Gene Roddenberry. No entanto, o nome é oriundo do grupo de comediantes ingleses Monty Python. É uma linguagem com sintaxe clara e didática, excelente particularmente se você for um iniciante.
No entanto, é uma linguagem robusta, uma vez que permite ao programador resultados sofisticados apesar da simplicidade. Está presente em web apps megapopulares como Instagram e Pinterest, por meio do framework Django, além de Yahoo! e Google.

Objective-C

Também conhecida como Obj-C, essa linguagem foi utilizada pela Apple enquanto a C++ era a moda. Também foi desenvolvida a partir da linguagem Smalltalk, não obstante com mais foco em funções gráficas e de exibição. É a base original dos aplicativos feitos para iOS e Mac OS X e orientada a objeto. Está em processo de substituição pela Swift.

Swift

É a nova linguagem desenvolvida pela Apple. Não há opção melhor se o seu objetivo é focar em aparelhos iOS. Recentemente, a marca inventada por Steve Jobs anunciou que a Swift será transformada em código aberto. A medida busca aumentar o número de programadores e transformá-la na linguagem mais popular para desenvolvimento de softwares e aplicativos mobile.

C#

Assim como o Obj-C está para a Apple, o C# está para a Microsoft. Todavia, a empresa fundada por Bill Gates não tem se saído muito bem no desenvolvimento mobile. Ainda assim, a credibilidade estabelecida pelo Windows no Brasil é imensa e você não pode descartá-la de forma alguma. Logo, se pretende desenvolver aplicativos que englobem o sistema mais popular do mundo é melhor incluir a linguagem C# na sua lista.
Finalmente, essas são as principais linguagens para desenvolvimento mobile. Lembre-se de não levar em conta apenas o gosto pessoal, mas sim os objetivos finais e as plataformas que pretende atingir. Então, antes de começar a desenvolver o seu app também é muito importante entender bem as diferenças entre apps nativos e híbridos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Algoritmo de Bresenham

O algoritmo de Bresenham — em homenagem a Jack Elton Bresenham — é um algoritmo criado para o desenho de linhas, em dispositivos matriciais (como por exemplo, um monitor), que permite determinar quais os pontos numa matriz de base quadriculada que devem ser destacados para atender o grau de inclinação de um ângulo. O Código void bresenham1 ( int x1 , int y1 , int x2 , int y2 ){ int slope ; int dx , dy , incE , incNE , d , x , y ; // Onde inverte a linha x1 > x2 if ( x1 > x2 ){ bresenham1 ( x2 , y2 , x1 , y1 ); return ; } dx = x2 - x1 ; dy = y2 - y1 ; if ( dy < 0 ){ slope = - 1 ; dy = - dy ; } else { slope = 1 ; } // Constante de Bresenham incE = 2 * dy ; incNE = 2 * dy - 2 * dx ;

Computação Gráfica: Fundamentos básicos

Introdução à Computação Gráfica Para aqueles que estão começando agora em computação gráfica, faz-se necessário entender a importância dessa área e de sua abrangência no mercado de trabalho. Vamos conhecer um pouco do histórico desse ramo de atividade e a importância da computação gráfica. Definição A computação gráfica é uma forma de reprodução de imagens por meio computacionais. Desmembrando a expressão: Computação: forma de compreensão de dados de computadores que interpretam algoritmos. Gráfico: forma visual de expressão. Desde que os sistemas computacionais viraram realidade, a possibilidade de criar elementos visuais tem sido considerada, e os resultados têm sido satisfatórios, como vemos na evolução desse meio. Breve histórico Os primeiros estudos sobre computação gráfica datam ainda dos anos 1950, quando as primeiras incursões aconteceram com intuito de criar uma interface gráfica para os computadores da época. Estudos mostram que provav

Boston Dynamics revela nova versão de seu robô quadrúpede

Se você é um fã de tecnologia e principalmente robótica, já deve conhecer a Boston Dynamics , que está sempre mostrando robôs incríveis e um pouquinho assustadores. A empresa agora trouxe mais uma novidade. Como você pode ver no vídeo acima, a empresa revelou oficialmente a nova versão seu robô quadrúpede que lembra um cachorro. O SpotMini é bem mais esguio e coberto com placas de metal, dando um visual mais legal e finalizado do que o anterior.