Pular para o conteúdo principal

Protocolos Multimídias - Resumo PARTE I



              O Brasil é um país em desenvolvimento e que vem de forma acelerada avançando tecnologicamente. Ao mesmo tempo, temos o problema de infraestrutura que limita nossos aparelhos avançados a trabalhar de forma mínima, não aproveitando todo o potencial do aparelho eletrônico. 

            O objetivo desta pesquisa é identificar o problema das soluções móveis para aplicativos que utilizam protocolos multimídia, os streamings de áudio e vídeo. Esse recurso vem sendo usado pela indústria fonográfica, rádios AM/FM, emissoras de T.V. e por empresas novas no ramo de tecnologia que distribuem as músicas através do aplicativo mobile.

            O maior problema enfrentado por quem trabalha no desenvolvimento de aplicativos com streaming, é a falta de uma padronização para que o desenvolvedor construa uma solução multiplataforma executando seu app em todas as plataformas disponíveis no mercado. Os arquivos de áudio e vídeo de streaming possuem vários formatos e alguns deles possuem patentes particular o que dificulta o uso de um mesmo formato por todos. O movimento Open Web tenta padronizar o uso dos recursos web utilizando o HTML 5, CSS 3 e Javascript. Esta pesquisa, visa demonstrar a melhor solução para que um streaming de áudio ou vídeo tenha disponibilidade para todas as plataformas.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Computação Gráfica: Fundamentos básicos

As 7 principais linguagens de programação usadas em desenvolvimento mobile

A multiplicidade de linguagens para a criação de softwares e aplicativos é gigantesca. Inserido nesse universo recheado de idiomas, digno de séries e filmes cultuados como “Star Trek” e “Star Wars”, o programador deve escolher precisamente a opção mais adequada ao objetivo final.
Não somos tão sábios quanto Mestre Yoda e Spock, mas vamos te dar uma força e explicar quais as linguagens de programação mais usadas em desenvolvimento mobile. Siga-nos nessa jornada!
Java Adquirida pela Oracle, é a linguagem mais utilizada por programadores ao redor do mundo. Orientado a objetos, o Java é compilado e flexível, podendo ser executada tanto numa janela de navegador quanto em aparelhos sem browser.
Outra grande vantagem da linguagem Java é a capacidade multiplataforma, cujo código é executado com especial sucesso em sistemas Android e Windows. Ainda assim, quando fala-se em desenvolvimento mobile no Brasil, com a salada mista de SO nos smartphones e tablets, dependendo dos seus …

Fazendo jogos e aplicativos com Unity 3D

Uma das principais dúvidas de quem está iniciando no mundo do desenvolvimento de jogos digitais é a de quais softwares utilizar. Em especial, muitas pessoas têm dificuldade em decidir qual game engine(ou, em português, motor de jogo) aprender para dar inicio ao desenvolvimento dos próprios jogos.

Mas o que é uma game engine?

A game engine é o programa de computador utilizado na confecção dos jogos digitais. É na game engine que a programação do jogo é feita, unindo arquivos de áudio, imagens e modelos 3D para criar os diversos cenários e ambientes do jogo.

Uma game engine possui diversas bibliotecas de scripts já embutidas, que facilitam o desenvolvimento de um jogo. Por exemplo, a maioria das game engines já vem com scripts para cuidar da renderização dos gráficos (motor gráfico) e da física básica envolvida no jogo (motor de Física). Isso quer dizer que é possível criar, por exemplo, uma esfera no editor da game engine e, com apenas alguns cliques, configurar aquele objeto 3D…